Postagens populares

1001 Filmes: O Escafandro e a Borboleta (2007)

20/07/2017
Quão tênues são as linhas que comandam a vida? Talvez mais do que desejaríamos que fossem. O filme de hoje é uma amostra de sensibilidade artística, baseada em fatos reais.. 




 O Escafandro e a Borboleta é um filme franco-estadunidense de 2007, dirigido por  Julian Schnabel, e baseado no livro autobiográfico de Jean-Dominique Bauby. 
 A história de Bauby é a seguinte: aos 43 anos, Jean-Dominique tem sua vida interrompida por um AVC que causa uma síndrome rara chamada Síndrome de Encarceramento. Todo seu corpo fica paralisado, ele não fala e só movimenta o olho esquerdo. Ele era editor da revista Elle, e se sente completamente mal por estar naquele estado. Chegando a se comunicar através de piscadelas dizendo que 'queria estar morto'.
 O filme mostra o olhar de Jean sobre tudo aquilo, sua dor e comentários sarcásticos, que ninguém podia ouvir. Com a ajuda de um alfabeto, Bauby escreveu seu livro através de piscadelas e transformou sua dor em uma obra poética.

 Sobre o nome da obra.. O escafandro representa a paralisia que cobre o corpo de Bauby e essa foi sem dúvida uma bela metáfora.. A borboleta ao meu ver, é a esperança de se movimentar, de ser livre e independente novamente. Mas o escafandro, prende a borboleta. E talvez, ela nunca mais alce voo. 

"Não me importo que você me arraste até o fundo do oceano. Porque você também é minha borboleta."

 O filme é minucioso, a fotografia é perfeita e a poesia das falas torna ainda mais bonito. É realmente um filme perfeito para se ver ao menos uma vez na vida.. Mostra a fragilidade humana, o quanto tudo pode estar bem e de repente tudo ser modificado. 


/>

Nenhum comentário

Postar um comentário

Sintam-se a vontade. ♥
Siga o blog também no:

Facebook
Twitter
We Heart It
Instagram

ADS

 
Desenvolvido por Michelly Melo.