Postagens populares

Alô, Amigos (1942): Animação, Política e História

02/07/2017
Além de ser o longa que introduz o personagem Zé Carioca no universo Disney, Alô, Amigos (1942), carrega um contexto histórico e interesses políticos. Está se perguntando "como assim?"? Então continue lendo, e conheça um pouquinho mais dessa história!



 Alô, Amigos é o sexto longa metragem dos estúdios Disney e foi totalmente patrocinado pelo governo estadunidense. Por que? Bom, a Europa estava agitada pela Segunda Guerra, em meio a toda essa destruição a forma de manter o alcance cultural estadunidense foi virar-se para os países sul americanos. Eles poderiam visualizar Holywood e atiçar o mercado de distribuição tentando compensar as perdas com o caos europeu.
 Dessa forma, os Estados Unidos buscaram aproximar-se dos países sul americanos com uma expedição de Walt Disney e um filme .A equipe norte americana dos estúdios Disney passou por onze países, fazendo relações públicas e coletando material para o filme, que ganhara 300 mil doláres para ser produzido, além claro das viagens com despesas pagas.
 Walt gostou bastante de sua estadia no Brasil e até mesmo prolongou a viagem para apreciar um pouco mais. Foi aqui que ele criou o personagem Zé Carioca, que até hoje está presente nos quadrinhos Disney. O papagaio foi vestido com roupas da década de 40, e trouxe a tona a visão do brasileiro para o norte-americano: alegre, extrovertido, esperto...
 O longa teve sua premiere no Rio em 24 de Agosto de 1942, e nos EUA o filme foi lançado em 6 de fevereiro de 1943. O filme teve tanto sucesso, que a Disney resgatou em 1944 a ideia de visitar os "amigos" do Sul, com o filme The Three Caballeros (Você já foi à Bahia? no Brasil).

Imagem relacionada

 O longa Alô, Amigos conta com quatro histórias que se passam nos solos sul americanos. Passam-se tanto cenas do pessoal do Walt Disney quanto as histórias. A primeira animação é Lago Titicaca, onde Donald faz uma viagem pelo território Inca e se fascina com as Ilhamas. Pedro é um jovem aviãozinho chileno que após alguns problemas com o pai, deve assumir seu posto e enfrentar o temido monte Aconcagua nos Andes. O Gaúcho Pateta mostra o personagem saindo do Texas e conhecendo o modo de vida do gaúcho argentino. E finalmente, Aquarela do Brasil a animação que introduz José Carioca no universo Disney, e sem dúvidas a mais marcante do longa. Com boa música e uma grande amostra do quanto Walt admirou-se com o Brasil..
 O longa é sem dúvida muito bem feito, quanto mais você assiste as animações mais antigas da Disney mais você se fascina com ela. Tentarei mergulhar na história da Disney e trazer uma série de posts sobre, que vão estar organizados no banner Cronologicamente Disney, para mostrar um pouco dessa imensidão mesmo e das diversas fases do estúdio. Sigam aí, se quiserem, acompanhar...
 Mas, voltando ao longa, eu adorei. Principalmente o Aquarela do Brasil. É entendível o sucesso que fez o longa, como costumeiro nas animações antigas da Disney, traz informações aos montes e é realmente bom de assistir. A nostalgia é inevitável, mesmo sendo um produto de uma política de boa vizinhança, é um ótimo filme e isso é inegável.
 5 estrelinhas e aquele imenso "eu recomendo"!
 Beijos de alecrim ( ou sabedoria na vida)..
 Até o próximo post!

Imagem relacionada
/>

Nenhum comentário

Postar um comentário

Sintam-se a vontade. ♥
Siga o blog também no:

Facebook
Twitter
We Heart It
Instagram

ADS

 
Desenvolvido por Michelly Melo.